Vai viajar para Maceió? Confira esse roteiro e divirta-se!

Viajar para Maceió é a pedida ideal para quem quer ver paisagens de tirar o fôlego, relaxar em belas praias e aproveitar o passeio para conhecer a capital e outras localidades bem próximas da orla.

Por isso, preparamos um breve roteiro para quem planeja conhecer um pouco mais da capital alagoana e o belo litoral do estado. Você pode fazer os passeios em um dia ou dois dias – tudo depende de sua disposição e vontade de permanecer em cada local. Confira a seguir!

1º / 2º dias: Litoral norte: Paripuera e Ipioca

As piscinas naturais são sempre um dos grandes atrativos para quem quer viajar para Maceió. Neste ponto, a Praia de Paripuera é imbatível.

Localizada a cerca de 45 minutos da orla, lá é possível visitar piscinas naturais belíssimas, perfeitas para mergulhos e para conhecer um pouco da vida marinha local.

Já a Praia de Ipioca, a cerca de 40km da capital alagoana, é um oásis para quem busca águas cristalinas e nos mais variados tons de azul. Para aproveitar bem o local, é possível se hospedar em resorts all ou passar o dia nos quiosques pé na areia.

3º/4º dias: Litoral sul de Maceió – Barra de São Miguel,  Gunga e Francês

Viajar para Maceió é, assim como em boa parte dos destinos turísticos do Nordeste brasileiro, uma oportunidade para conhecer também outras regiões próximas.

Comece seu roteiro pela Barra de São Miguel, cidadezinha que fica a 30km da orla de Maceió e oferece praias de mar cristalino e calmo, por conta dos corais que represam o mar.

De lá, ande aproximadamente mais 10km (ou vá de barco) e você chegará à Praia do Gunga (foto abaixo), considerada uma das mais famosas do estado. Não é para menos: aqui você encontra belíssimas falésias, um imenso coqueiral e um mar calmo e cristalino de um lado, com a Lagoa do Roteiro de outro.

Inclusive, aproveite o mirante da Praia do Gunga para fotos incríveis que eternizem esse passeio especial.

Litoral sul de Maceió – Barra de São Miguel,  Gunga e Francês

A Praia do Francês, distante 33 Km de Maceió, fica em um bairro rústico, com ruas estreitas cheias de restaurantes e lojas para lembrancinhas. Belíssima, a praia tem um dos lados protegidos por corais, formando uma deliciosa piscina natural, enquanto o outro lado é parte frequentada por surfistas de todo o Brasil.

Todas contam com uma excelente infraestrutura de quiosques e restaurante na orla, permitindo que você possa relaxar e descansar com total conforto.

5º / 6º dias – Centro histórico e praias urbanas

Aproveite este dia para fazer uma caminhada (os pontos ficam próximos e distam de 2 a 3 km da orla de Maceió), conhecer a bela arquitetura e apreciar pela manhã a riqueza histórica do centro da cidade de Maceió, conhecida no nordeste como o mar “azul piscina”.

Comece o passeio já com uma bela vista no Memorial à República, que homenageia Floriano Peixoto e Deodoro da Fonseca, além das 27 bandeiras que representam os estados brasileiros e o Distrito Federal.

A menos de 500m dali está o Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore. O belo casarão, datado de 1977, abriga a coleção de arte popular do professor que dá nome à atração e mostra um belo recorte da cultura e dos costumes locais.

Seguindo alguns quarteirões, é possível encontrar a Catedral Metropolitana Nossa Senhora dos Prazeres e também o Mirante São Gonçalo, que proporciona aos visitantes uma bela vista da cidade.

O restante do dia pode ser dedicado aos quase 5km de areia branquinha e mar azul entre as praias de Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara – onde é possível encontrar a Feirinha de Artesanato, que oferece as famosas rendas e delícias típicas da região (perfeitos para quem busca as tradicionais lembrancinhas da viagem.

É também de Pajuçara, que foi eternizada na música de Carlos Moura, que também saem os barcos rumo às piscinas naturais – apenas atente-se à tábua das marés para encontrar a melhor hora para o passeio.

Centro histórico e praias urbanas

Gastronomia em Maceió – o que esperar?

A culinária alagoana é uma gostosa explosão de aromas e sabores: aqui é possível encontrar pratos como carne de sol com nata, moqueca de banana, baião de dois, mariscada, feijão tropeiro, sarapatel e outras delícias.

Mas quem planeja viajar para Maceió certamente já se deparou também com resenhas sobre uma iguaria local bem famosa: o Chiclete de Camarão – um prato que leva o delicioso fruto do mar e muito, mas muito queijo.

Quem se hospedar entre as praias de Ponta Verde e Pajuçara vai encontrar muitas opções de restaurante – uma breve caminhada já abre um leque de opções para os mais variados gostos e bolsos.

Outra opção é optar pelos quiosques localizados no calçadão da orla, que oferecem diversas e fartas opções de lanches, porções e tapiocas por preços justos e econômicos.

Planejar ajuda quem quer viajar para Maceió a encontrar os melhores preços

Ao planejar sua viagem para Maceió, é importante escolher o período certo – assim você aproveita ao máximo todos os passeios e belezas naturais. Por isso a primeira dica é evitar os meses de abril a agosto, quando a incidência de chuvas é maior. Quem visita a região entre outubro e janeiro encontra não só tempo firme, mas também consegue desfrutar de águas mais cristalinas nas praias.

Acessar a região é fácil: a malha aérea é farta, seja qual for seu ponto de partida, e os voos chegam no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, localizado a cerca de vinte quilômetros da orla de Maceió.

Falando em voos, escolher o momento certo de viajar para Maceió ajuda a encontrar também os melhores preços de passagens aéreas. Para ajudar nisso, a Zupper é imbatível: aqui você encontra preços competitivos e ofertas de voos que se encaixam no seu orçamento e no padrão de qualidade que suas férias merecem.

Se você planeja viajar para Maceió, cote na Zupper e garanta as passagens mais baratas do mercado!
0 0 voto
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

Planeje sua próxima viagem com mais flexibilidade

Organize sua viagem com economia

passarinho

destinos Relacionados

Mais destinos para sua próxima viagem